Notícias

NOTÍCIAS

[Designers do Brasil]: "Elegância, qualidade e conforto são inegociáveis", diz Jader Almeida

Publicado em

6/5/2022

Para o designer catarinense, vencedor dos principais prêmios de design nacionais e internacionais, incluindo dois Best In Show da EXPO REVESTIR, o aprendizado e o desafio são constantes: “No meu processo criativo, sempre tento adicionar camadas, sofisticar técnicas e composições”, detalha o designer, que concedeu entrevista exclusiva para a série Designers do Brasil

Por Simões Neto

De todos os designers contemporâneos brasileiros, o catarinense Jader Almeida talvez seja o mais misterioso e imprevisível no modo de fazer design. A versatilidade do traço e do pensar técnico, o tipo de produto que virá, o conforto e a escolha dos materiais, as texturas e os tons: há sempre uma grande expectativa para os seus lançamentos e todos querem saber o que sairá das suas ideias e pranchetas.

As peças são verdadeiros convites a aventuras que envolvem experiências sem volta, que abrangem aconchego, elegância, estética e qualidade incontestáveis. Quem nunca se apaixonou por móveis desenhados por ele? Como escreve a jornalista Mara Gama no site oficial do designer, “as peças de Jader Almeida se dão a conhecer em camadas": "Cada uma delas pode ser saboreada lentamente. Tomado como pura forma, projeto em busca da beleza, seu desenho é marcante, com linhas finas e fluidas, curvas suaves, intersecções arredondadas, equilíbrios delicados no limite da física e temas geométricos que se repetem”, detalha a jornalista.

“Se você se aproxima da peça realizada, vê o efeito que ela causa no espaço circundante, a harmonia entre os componentes, a paleta de cores, a combinação elegante de materiais. Ao se aproximar um pouco mais, o que impressiona é o convite acolhedor ao toque das mãos e do corpo, a generosidade das linhas que anunciam o conforto. Se chegar mais perto ainda, verá a engenharia dos acabamentos. São detalhes construtivos perfeitos, numa equação desafiadora em que a espessura de cada componente sustenta o máximo de peso possível para manter sua forma esguia, preservando o máximo possível de leveza”, passeia Mara.

Para o especial Designers do Brasil, de EXPO REVESTIR, Jader falou sobre os impactos da pandemia em sua criação, as suas referências de infância e os preparativos para comemorar os vinte anos de trajetória em 2024. Confira!

EXPO REVESTIR:
Como foi a sua infância? As referências dessa época impactaram, de alguma forma, o seu modo de fazer design?  

Jader Almeida: Minha infância foi muito estimulante. Cresci em uma cidade pequena (Videira, Santa Catarina), mas com bastante estrutura e muitas opções em termos de cultura, cursos e tarefas. Desde cedo, esportes, atividades cívicas e artísticas estiveram presentes na minha rotina. Hoje tenho convicção que isso tudo impactou no meu repertório e na forma de pensar e interpretar o mundo.

EPRV: Em 2014 você lançou o livro "Jader Almeida: a atemporalidade do desenho", escrito pela Adélia Borges, que celebrou os 10 anos de carreira. Em 2024 serão vinte anos de trajetória. Algum projeto em vista para comemorar essa data icônica?

JA: Com certeza. Faremos uma publicação dos vinte anos. E como era de se esperar será muito mais rico e multidisciplinar.

EPRV: De Santa Catarina para São Paulo e para as principais capitais brasileiras. Depois suas peças já foram parar em Milão, Nova Iorque, Paris, Tóquio, Austrália, Espanha, Suíça e Nova Zelândia. Onde Jader Almeida deseja chegar ainda?

JA: Tudo sempre aconteceu de maneira "orgânica”. Ou seja, claro que sempre há planos, ambições e projeções. No entanto, como somos uma equipe coesa e muito comprometida, transcender fronteiras aconteceu naturalmente. Atualmente, não se pensa mais em onde chegar, mas sim, como manter, manter-se fiel a um estilo, inovar e manter o compromisso com a inovação, a criatividade e com a natureza durável de nossos produtos.

EPRV: De 2008 a 2016 você já foi agraciado com vários prêmios. Qual o que mais o impactou e qual a obra mais premiada?  

JA: Com certeza premiações são estimulantes. Sobretudo no início da carreira, são uma espécie de chancela que impulsiona e de certa maneira dá mais segurança e visibilidade. Ha inúmeros produtos com diversas premiações.

EPRV: Da primeira peça que você criou à mais recente, como você avalia a evolução do seu trabalho? Qual o aprendizado no decorrer dos anos?

JA: O aprendizado e o desafio são constantes. No meu ponto de vista e no meu processo criativo, sempre tento adicionar camadas, sofisticar técnicas e composições. No entanto, ao analisar uma linha cronológica é rapidamente perceptível que há uma linguagem e uma coerência em todos os produtos.

EPRV: A criatividade é sempre surpreendente. Quando se trata de Jader Almeida ela vem e vai ou é constante? Existe ou já existiu algum bloqueio criativo?

JA: Não diria bloqueio, mas, claro que há momentos que parecem fluir melhor. Atualmente, consigo identificar que uma série de fatores influenciam na criatividade. Portanto, em momentos de criação tento deixar de lado tudo aquilo que impede o fixo criativo.

EPRV: Você trabalha com vários materiais. De todos, qual o mais delicioso de trabalhar, o mais imprevisível e o mais trabalhoso, aquele que tirou o seu sono?

JA: Existem desafios específicos em cada matéria. Acredito que no início, quando se está testando é o momento que exige atenção redobrada. Depois de um tempo, quando se atinge algo aceitável, você entende as nuances de cada matéria-prima e isso é muito gratificante. Costumo dizer que não tenho exatamente uma predileção, mas, há uma inclinação para materiais naturais. O maior desafio, pra mim, não está necessariamente no material, mas sim na composição entre os materiais, na compatibilização e no resultado desta “mistura".

EPRV: Uma das estratégias de sua marca é estar presente nos principais festivais de design do mundo. E eu lembro que, da última vez que encontrei você em Milão, por exemplo, você estava cansado pelo trabalho intenso, mas feliz pelo resultado. Qual o balanço que você faz nessas jornadas que consistem, além da viagem, montagem, desmontagem e a apresentação do seu trabalho para os visitantes ali pessoalmente?

JA: O balanço é claro: a bagagem, o acúmulo de experiências, os encontros e as infinitas possibilidades que isso tudo proporciona. Então, todo o esforço e válido e a “canseira" é passageira. Dessas experiências todas, o aprendizado é somado e constitui na habilidade de realizar escolhas ao longo do tempo.

EPRV: Você é altamente detalhista e exigente. Nenhum resquício de defeito passa aos olhos de lince de Jader e isso se estende para tudo: dos produtos às instalações em torno de suas obras. Como é lidar, pessoalmente, com esse grau de exigência e ansiedade para que tudo saia perfeito?

JA: Confesso que hoje, com a maturidade, é mais fácil de equalizar os diversos fatores do processo. Mas, sempre, o maior desafio é compatibilizar pessoas, timing etc. No entanto, no final todos entendem e sentem o prazer do dever cumprido e assim, como já dito, somam experiências e enriquecem o repertório.

EPRV: Como é a sua rotina? Do acordar ao dormir sua vida gira em torno somente do trabalho ou você reserva um tempinho para o lazer?

JA: Gosto muito do que eu faço. Nossa profissão proporciona muitos momentos em que o trabalho e o lazer são os mesmos e a rotina se torna prazerosa. É claro que há dias menos prazerosos. No entanto, isso tudo faz parte da equação.

EPRV: Esse momento de pandemia que passamos o impactou você de alguma forma?

JA: Não apenas impactou como mudou muita coisa. Este momento foi muito esclarecedor em diversos aspectos que compreendem de uma organização pessoal a uma reflexão acerca da vida.

EPRV: Nas suas fases mais produtivas, quantos projetos você já toureou ao mesmo tempo?  

JA: Sempre há muitos projetos simultâneos. Hoje, por exemplo, tenho trabalhos desafiadores que vão de projetos de arquitetura de edifício, interiores, lojas, implantação de software, compatibilizações de marketing, produtos, expansão etc.

EPRV: Qual o traço mais marcante de suas obras que façam com que as pessoas olhem e reconheçam: isso é Jader Almeida.

JA: Elegância.

EPRV: E o futuro, o que nos reserva na criação de Jader Almeida? Algum spoiler para nós?

JA: Experiências “hospitality”, novos portfólios de produtos…

Clique nas imagens para ampliar

Promovido por

Anfacer

Evento Conjunto

Forum Internacional de Arquitetura e Design

Organização

Nurnberg Messe

Transportadora Aérea Oficial

Latam

Agência Oficial

Via HG Turismo

Patrocinador

Coral